Fosfoetanolamina- resultados dos novos testes.

Resolvemos trazer para o Blog Viver Eu Quero uma conversa muito importante: a fosfoetanolamina!

Hoje saiu uma notícia  interessante no G1 sobre o assunto,  demonstrando que os estudos atualmente em curso já conseguiram comprovar que a substância de fato conseguiu reduzir tumores em testes com camundongos, no entanto tal redução seria menos expressiva do que  ocorre com o uso da ciclofosfamida, fármaco comumente utilizado em tratamento quimioterápico.

Queremos saber o que você pensa a respeito dessa notícia.

Leiam a matéria e vamos trocar nossas opiniões por aqui. Basta comentar aqui embaixo.

Pílula do câncer: Ministério da Ciência divulga novos resultados de estudos.

Em camundongos com melanoma, composto foi capaz de reduzir tumor. Porém, redução foi menor do que a obtida por medicamento já existente.

17/08/2016 09h09 – Atualizado em 17/08/2016 09h09
Do G1, em São Paulo

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) divulgou, nesta terça-feira (16), novos resultados de pesquisas sobre a fosfoetanolamina, composto que ficou conhecido como “pílula do câncer”. O estudo, que avaliou o efeito da fosfoetanolamina sobre camundongos com melanoma, apontou que a substância foi capaz de reduzir a massa tumoral, porém com efeito menor do que a ciclofosfamida, já usada como quimioterapia contra câncer.
O teste, feito pelo Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos da Universidade Federal do Ceará (NPDM/UFC), de Fortaleza, utilizou o melanoma, tumor agressivo que tem sido usado como modelo para estudar imunoterapia em animais. Células de melanoma foram inoculadas em cinco grupos de 10 camundongos.

Cada grupo recebeu uma estratégia diferente de tratamento: doses de 200 mg/kg, de 500 mg/kg e de 1000 mg/kg de fosfoetanolamina, dose de 25 mg/kg do quimioterápico ciclofosfamida e uma solução salina de 0,9%. Os animais receberam o tratamento durante 16 dias consecutivos após a inoculação das células cancerígenas.
Ao final desse período, a dose maior de fosfoetanolamina foi capaz de reduzir em 64% a massa tumoral. A redução, porém, é menor do que a que foi obtida com a ciclofosfamida, quimioterápico já disponível no mercado, que reduziu a massa tumoral em 93%. As doses menores da fosfoetanolamina não tiveram efeito estatisticamente relevante.
A dose maior da fostoetanolamina também foi capaz de reduzir o número de leucócicos e de plaquetas no sangue em comparação com o grupo controle.
Outros dois relatórios divulgados pelo MCTIC nesta terça-feira trazem resultados de estudos sobre a fosfoetanolamina feitos pelo Centro de Inovação e Ensaios Pré-Clínicos (CIEnP), de Florianópolis-SC. Eles abordam o perfil farmacocinético da substância e o desenvolvimento de uma metodologia para determinação da fosfoetanolamina sintética.
O MCTIC coordena, ao lado do Ministério da Saúde, uma iniciativa federal para pesquisar a substância, anunciada em outubro de 2015. Na ocasião, foi anunciado que o projeto teria um financiamento de R$ 10 milhões por parte do MCTIC.
Distribuída antes de testes
A fosfoetanolamina passou a ser sintetizada e distribuída pelo Instituto de São Carlos da Universidade de São Paulo (IQSC-USP) para pacientes com câncer sem que a substância tivesse passado pelos testes clínicos necessários para determinar a segurança e eficácia do tratamento.
O pesquisador aposentado Gilberto Orivaldo Chierice, que desenvolveu um método de síntese da fosfoetanolamina quando era professor do IQSC-USP, tinha obtido apenas resultados preliminares em modelos experimentais sobre a possível eficácia da substância contra o câncer.
Além da iniciativa de pesquisa federal sobre a pílula, conduzida pelo MCTIC, está em curso ainda uma outra iniciativa para pesquisar a substância, esta financiada pelo governo do estado de São Paulo e coordenada Instituto do Câncer de São Paulo (Icesp).”

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2016/08/pilula-do-cancer-ministerio-da-ciencia-divulga-novos-resultados-de-estudos.html – consultado em: 17/08/2016, as 09:54h.

O que você achou dessa notícia? Queremos sua opinião a respeito. Escreva nos comentários.

 

Anúncios

Um comentário em “Fosfoetanolamina- resultados dos novos testes.

Adicione o seu

  1. Não acredite em tudo que você lê nessa mídia tendenciosa e comprada. Inclusive nesse estudos que estão sendo realizados pela equipe do Dr. Calixto no Ceará A Fosfoetanolamina usada nos testes do Ceará não são as sintetizadas pelos pesquisadores que detêm a patente. Elas foram sintetizadas pela Unicamp. Inclusive possuem bário na sua síntese. Sendo assim teremos que desconsiderar esses resultados. Sabemos através dos estudos no CIenP que ela não é toxica e tem resposta na redução do tumor, sem efeitos colaterais, diferente da ciclofosfamida que pode vir a causar trombocitopenia e/ou anemia, gastrointestinais: Anorexia, náuseas e vômitos colite hemorrágica, ulceração da mucosa oral, icterícia supressão gonadal, resultando em amenorreia ou azoospermia, fibrose do ovário toxicidade cardíaca, com miocardite hemorrágica, retenção inapropriada de água: Com altas doses de Ciclofosfamida há relatos de retenção inapropriada de água, resultando em hiponatremia, convulsão e morte.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: